O Diário de Mary Gail

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Diário de Mary Gail

Mensagem por Filipe Bertarele em Seg 21 Maio 2012, 15:54

Tudo se passa na época de 1937, quando uma pequena família se mudou para uma cidade nos estados unidos.
Mary era a caçula da família, mas tinha mais um irmão, Austin que era alguns anos mais velho.
Ashley casada com Peter o homem da casa, mistérios assombravam a vida desse homem.
Ashley e Peter acharam uma grande casa no centro da Califórnia e resolveram comprá-la, mal eles sabiam que ali era o começo do tormento que iria se tornar a vida de cada um deles.
Estavam todos muito felizes com a casa, mesmo não havendo móveis ainda.
Passaram-se alguns meses, a casa já estava com móveis, o quarto de Mary ficava no segundo andar da casa, e de seu irmão logo ao lado atravessando o corredor.
Mary odiava dormir sozinha, pois tinha muito medo do escuro, sempre tinha a sensação de estar sendo observada por alguém.
A Primeira noite da família foi tudo perfeito, como de qualquer outra família, mas em uma noite de sexta feira de 1937 que Mary fuçando nas coisas de seu quarto encontrou algo muito estranho escondido atrás da janela de seu quarto, parecia com um tabuleiro ouija.
Mary foi dormir, mas naquela mesma noite ouviu barulhos estranhos vindo do corredor de sua casa, ela achou estranho, mais suspeitou que fosse Austin, andando pela casa, ignorou e voltou a dormir.
No dia seguinte Mary acorda normalmente para tomar seu café da manhã, desceu as escadas e encontrou sua mãe e Austin tomando café, Peter estava trabalhando, pois arranjou um bico na cidade.
Mary havia se esquecido do ocorrido da noite passada, foi então que Austin diz:
- Gente, alguém ouviu barulhos essa noite? Eu não consegui dormir porque alguém ficava andando no corredor, e o chão é de madeira então fica muito alto.
Mary ouviu oque o irmão disse, mas permaneceu calada como se nada tivesse acontecido.
Ashley diz que irá comprar ratoeiras para por na casa, porque suspeita que haja ratos.
Já se passa das 21:00, quando Peter Cansado , chega do serviço, e vai se deitar, então cada um foi para seu quarto dormir , ou pelo menos tentar.
Mary acorda as três da manha em ponto, pois teve um pesadelo horrível envolvendo sua mãe e seu irmão, eles estavam morrendo enforcados por uma corda que vinha do teto da sala, e na Mao deles havia um bilhete que Mary não conseguiu chegar até ele.
Mary ficou assustada e estava soando frio, então se levantou e foi para cozinha tomar uma água. Na Cozinha encheu o copo e foi voltando para seu quarto, chegando lá Mary soltou o copo e ficou paralisada com oque via. Havia uma garotinha sentada em sua cama, Cabelos escuros, olhos negros, pele cinza, e um vestido branco encardido.
A garotinha não tinha boca e suas mãos estavam cobertas de sangue. Mary não sabia oque fazer, correu para a sala da casa e se escondeu atrás do sofá, sua respiração estava ofegante e seu corpo tremia muito.
Mary resolveu se levantar, e voltar para seu quarto. Com muito medo Mary olhou para ver se havia algo, para o alivio dela não havia nada, então pegou seu cobertor e se cobriu e apagou.
No dia seguinte a aparência de Mary era horrível, pois não conseguiu dormir a noite passada com muitos pesadelos, e com a garotinha que não saia de sua cabeça.
Sua mãe lhe perguntou se estava tudo bem. Mary disse com uma voz trêmula:
- sim mamãe, está tudo bem.
Naquele dia em diante, nada foi como era antes, objetos de um lugar paravam em outro sem explicação lógica, coisas sumiam de uma hora pra outra.
Mais certo dia Mary dormindo em seu quarto ouve alguém chamando seu nome, era uma voz suave que vinha do corredor. Mary com medo levantou e foi ver oque era, abriu a porta de seu quarto e olhou, mais não viu ninguém. Retornando a sua cama, se deitou e quando virou pro canto, o choque foi instantâneo, havia a garotinha do seu lado, cara a cara, colada uma na outra, Mary ficou sem reação e desmaiou.
Mary acorda em um lugar estranho diferente do normal, um lugar em que nunca tinha visto antes, era uma floresta deserta, com árvores mortas e muita neblina. Entrou em desespero e não sabia oque fazer. Seguiu uma trilha que estava a sua frente, que foi parar em uma casa.
Na frente da casa, havia uma garotinha, a mesma que assombra a vida de Mary, La ela viu como tudo aconteceu, o pai da garotinha chegou pegando a menina pelo braço e levando para dentro de casa, Mary seguiu e o espanto foi grande, ele enforcava a garotinha com uma corda e com um saco na cabeça.
Mary ficou paralisada e correu para fora da casa, e sumiu na neblina.
Mary acordou em sua cama as 3:00AM , com um bilhete em sua mão dizendo:
- eu volto, pois não terminei oque quero.
Depois disso Mary ficou louca, e seus pais a internaram em uma clínica psicátrica, aonde apareceu morta dias depois com uma frase em seu peito dizendo:
- não fexe os olhos.

OBS: O pai de Mary havia passados que não foram descobertos por ninguém, mais acredita-se que a perturbação de Mary era por causa dele.
A Mãe de Mary apareceu morta na casa em fevereiro de 1938 enforcada com uma corda enrolada no pescoço, junto de seu filho Austin.
O fantasma de Mary continua vagando pela terra a procura de pessoas que tenham medo de dormir sozinhas e que gostam de jogos de tabuleiro para invocar espíritos. Dizem que se chamarem ela as 3:00AM da manha, irão ouvir um gemido da garotinha sendo enforcada. Se alguém jogar ouija e Mary entrar no jogo os dias da pessoa estão contados.
avatar
Filipe Bertarele

Número de Mensagens : 424
Idade : 21
Localização : Campinas SP
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 22/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por NãoTeInteressa em Qui 21 Jun 2012, 21:04

OMG Voc tem vocação pra iisso gzuis faz mais lenda assim parabéns :O

NãoTeInteressa

Número de Mensagens : 44
Idade : 18
Localização : No inferno,debaixo da sua cama,te observando a cada momento...
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por Filipe Bertarele em Sex 29 Jun 2012, 23:02

^^ vlw eu tento k
avatar
Filipe Bertarele

Número de Mensagens : 424
Idade : 21
Localização : Campinas SP
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 22/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por Jonathan Mozer em Sab 30 Jun 2012, 08:41

Mary a estranha ASDHAUSDHAUSDHAUSH, mto boa Smile
avatar
Jonathan Mozer

Número de Mensagens : 121
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por Killer_146 em Ter 03 Jul 2012, 04:07

Finalmente uma pessoa boa de escrita aqui! Muito bom, eu gostei.

Killer_146

Número de Mensagens : 1093
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 10/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por mari_aclar_a em Qua 04 Jul 2012, 20:36

Ótima história!
avatar
mari_aclar_a

Número de Mensagens : 44
Idade : 19
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 09/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por Filipe Bertarele em Qua 11 Jul 2012, 16:22

aah , vaalew >.<'
avatar
Filipe Bertarele

Número de Mensagens : 424
Idade : 21
Localização : Campinas SP
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 22/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Diário de Mary Gail

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum