Silêncio Qualquer

Ir em baixo

Silêncio Qualquer

Mensagem por Master Vaguinare em Qui 11 Out 2012, 11:44

Ponha tuas mãos em meus ombros
Consola-me como a teu lar
E faça-me então adormecer...
Levemente enquanto tu podes caminhar


Refugia-me em tuas asas protetoras
E deita-me no solo da vida...
Aos braços encolhidos ao solo
Com os olhos fechados ao chão


À explosão que não corroa
Nas tuas ásperas orações...
Ao desvencilhar-me suavemente de ti
Como o seu pequeno comboio


Aspira o oxigênio daquele
Que examina-me o coração...
E repousa amorosamente o teu
Corpo sobre o meu
Ao encharque do "vinho"


Acaso outrora reverse em tua mente
Separa-te o teu diafragma do meu
Assim cai ao chão endurecido....
As mãos entre as cabeças
O silêncio pregado a teus lábios á noite


Ouça em voz baixa...
Entalhado aos teus pensamentos
Aquele som do teu próprio terror
Durma ao aninhar-se em teu pior pesadelo
E repuxa o cobertor entrelaçado


Para que eu possa respirar...
Aviva e retira-te da tua morada
Empregado ao encarte da foto
Deixa-me proteger-te á escuridão
Efetuada aproximadamente em minha terna face


Imóveis á espreita de um resgate
Agarrado firmemente ao meu corpo...
Pode-se ouvir as nossas vozes amargas
Num silêncio qualquer a cada ponto súbito
De cada lembrança aterrorizante


Obs: pega do meu site official: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Master Vaguinare

Número de Mensagens : 402
Idade : 18
Localização : abismo .-.
Avisos :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 26/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum